• Elias Sobreira

    A  Vida  e   obra  de Elias  Alverne Sobreira    

    Elias Alverne Sobreira nasceu no dia 01-3-1907, no povoado de Carnaíba, município de Flores, no estado de Pernambuco. Filho dos agricultores: Manoel Joaquim Sobreira e Avelina Vasco Nascimento, família constituída de 09 filhos, 6 homens e 3 mulheres. Elias era o filho caçula e tinha 5 anos quando sua genitora veio a desencarnar aos 33 anos vitimada de um colapso cardíaco.
    Aos 6 anos de idade já se questionava com relação a sobrevivência da Alma, quando ouviu uma estória das suas irmãs que haviam sido repreendidas pelo “fantasma” da mãe, quando as mesmas estavam fora de casa já tarde da noite e as filhas ouviram com clareza a mamãe, mandar elas entrarem para dormir.
    Aos 11 anos de idade foi residir com o Padre Eliseu, pároco da Matriz da Cidade de Triunfo/PE que era seu padrinho, lá passou a freqüentar o Colégio Marista, ajudava também nas missas.
    Em 1922, aos 15 anos de idade decide ser espírita, ao ouvir um diálogo, comparativo e questionante acerca do Espiritismo e do Catolicismo entre o Padre Eliseu e o Capitão Temístocles, oficial da Polícia Militar, espírita convicto, amigo pessoal do padre e estava a passar alguns dias de descanso na cidade de Triunfo.
    Em 1923, ingressa no 21º Batalhão de Caçadores no Recife, a seguir rumou para o Rio de Janeiro, passando a fazer parte do 2º Regimento de Infantaria do Exército, neste período participou de combates no estado de São Paulo. (ingressou no Exército com 16 anos por causa de uma falha na sua Certidão de Nascimento que o colocava 2 anos mais velho).
    Em 1924 aos 17 anos quando foi residir no Rio de Janeiro, sua primeira providência foi procurar uma Casa Espírita, para conhecer os ensinamentos que ele ouvira do amigo do Padre Eliseu quando ainda tinha 15 anos, passando a frequentar o Centro Espírita Luz e Amor, no bairro de Bangu, adquirindo as obras da Codificação Espírita estudando com interesse e avidez.
    Em 1929 ingressa no curso de especialista na Escola de Sargentos Aviadores.
    Inspirado pela espiritualidade passa a realizar peditório sozinho na porta do Quartel, para ajudar as famílias pobres, depois se dirigia às favelas onde encontrasse um Lar carente, Elias promovia ajuda, distribuindo alimentos, comprando remédios para os que estavam doentes, consertando casebres, para que as famílias mais pobres não sofressem com dissabores do inverno.
    Em 1933, é brevetado Sargento Aviador pela Aeronáutica.
    Em 1935, primeira comunicação de BEZERRA DE MENEZES para Sobreira através da mediunidade sonambúlica, o espírito acorda dona Elza (1ª esposa de Sobreira), passando o seguinte recado: “Elza, aqui quem fala é Bezerra de Menezes, tenho um recado para o nosso irmão Elias Sobreira, que se prepare para um importante trabalho junto à família Espírita, o momento é chegado.
    Em Agosto de 1938, acontece o encontro com o Sr. Matos Vieira, e a realização da primeira Campanha do Quilo no Abrigo Creche O Nazareno/RJ, a convite do referido senhor.
    Em 1942, inicia a Campanha do Quilo do Abrigo para meninas Lar de Jesus em Nova Iguaçu/RJ a convite de Leopoldo Machado, dirigente e fundador do referido abrigo. A Campanha do Quilo, passa a ser realizada com saco nas costas e mochila na mão, tendo a participação ativa de Marília Barbosa, esposa de Leopoldo Machado.
    Em 1945, transfere-se para o Recife/PE.
    Em 03.03.1946, realiza a 1ª campanha do Quilo no Recife, na Escola Espírita Maria de Nazaré.
    Em 1946, funda a Escola Central da Campanha do Quilo de Pernambuco, por orientação do Espírito de Bezerra de Menezes, onde o incentivava a divulgar a Campanha do Quilo em todos os estados do Brasil.
    Em 1946, recebe apoio valoroso de João Rodrigues, presidente do Núcleo Espírita Centelha de Jesus, que foi umas das colunas base para que a tarefa do Quilo fosse adiante.
    Em 18-04-1957, Sobreira, foi um dos oradores oficiais da comemoração do centenário do Livros dos Espíritos, realizado no Parque 13 de Maio, em Recife. Transmitido ao vivo pela Radio Clube de Pernambuco, com a presença de quase 5.000 pessoas no evento.
    Em 1958, passa a fazer parte do Quadro da Reserva da Aeronáutica. Viajou durante 7 (sete) anos divulgando e implantando a Campanha do Quilo no Nordeste do Brasil.
    Em 1965, funda o Abrigo Espírita Casa dos Humildes, para velhice desamparada. Hoje, esse grande complexo espiritual onde trabalhamos.
    Em 1978, publica o livro: “A Campanha do Quilo, O Bom Combate”.
    Em 02-03-1988, funda o “Centro Espírita Irmã Gertrudes”, anexo à sua residência, para se dedicar melhor ao Espiritismo, já que não tinha condições de saúde para se ausentar para os trabalhos espíritas.
    Em 31-03-2003, Desencarna rumando para a espiritualidade, após cumprir a missão que o querido espírito Bezerra de Menezes lhes confiou sob as Bênçãos de Jesus.
    Fonte: http://bruno-tavares.zip.net/arch2010-03-01_2010-03-31.html

                                                   ... // ...

    Nilson Ferreira de Mello, em seu livro Se... nos conta:
    [...] Todos os sábados, no Núcleo Espírita Centelha de Jesus, no Bairro dos Coelhos, se
    realizavam reuniões da Campanha do Quilo, num trabalho de caridade com o objetivo de angariar donativos para
    a construção da Casa dos Humildes, abrigo espírita em construção no Bairro de Casa Forte – Recife, para abrigar
    inicialmente cem velhinhos de ambos os sexos.
    A Campanha foi fundada em Pernambuco por irmãos espíritas abnegados, tendo a frente Elias Alverne Sobreira e João Rodrigues da Costa. Esse trabalho tinha início às oito horas e encerrava-se rigorosamente às onze horas da manhã, onde o obreiro estivesse. Mais ou menos as sete e meia chegávamos à Centelha de Jesus, fazíamos os preparativos, recebíamos as instruções e, após a prece, o mentor espiritual
    designava o respectivo local de trabalho de cada irmão.[...]
    Fonte:Livro Se.. de Nilson Ferreira de Mello

     

    Espíritas! Amai-vos eis o primeiro. ensinamento; instruí-vos, eis o segundo.

  •  

    contador, formmail cgi, recursos de e-mail gratis para web site